Distanciamento Controlado: saiba mais e veja como acessar as informações da sua região

Desde a semana passada, vigora no Estado do Rio Grande do Sul o programa de distanciamento controlado para enfrentamento à pandemia causada pelo Covid-19, instituído através do Decreto Estadual nº 55.240 de 10 de maio de 2020, reiterando ainda o estado de calamidade pública no Estado do Rio Grande do Sul.
O funcionamento do modelo de distanciamento é caracterizado por dois vetores: regional e setorial. Assim, os dados desses dois vetores são cruzados para definir o risco epidemiológico e o nível do distanciamento exigido em cada uma das 20 regiões e em cada um dos 12 grupos de atividades econômicas definidos.
Em síntese, o distanciamento controlado é composto por quatro níveis de restrições, representados por bandeiras nas cores amarela, laranja, vermelha e preta. Para tanto, o Estado foi dividido em 20 regiões e cada uma será analisada por meio de 11 indicadores previsto em dois grandes grupos com pesos iguais na definição final, sendo o primeiro o grupo que analisa a propagação, isto é, a velocidade do avanço, estágio da evolução e incidência de novos casos sobre a população, e o segundo grupo como sendo a capacidade de atendimento da região. A atividade econômica de comércio possui uma categoria própria na qual estão estabelecidos os critérios de funcionamento em cada classificação de bandeira. Os municípios que compreendem a base territorial do Sindilojas (Caxias do Sul, Antônio Prado, Flores da Cunha, Nova Pádua e São Marcos) estão nesta semana de 18 a 23 de maio com bandeira na coloração laranja. Vale lembrar que o monitoramento será diário, mas a atualização da bandeira ocorrerá semanalmente, divulgada sempre aos sábados, valendo para a semana seguinte.
Para saber mais e consultar a avaliação de risco de cada município clique aqui . É importante destacar também que cada município pode ampliar as exigências estabelecidas pelo decreto Estadual, por isso é preciso estar atento tanto ao decreto Estadual como as medidas de âmbito municipal. Confira as regiões e setores econômicos do modelo de distanciamento controlado implementado no Rio Grande do Sul:

Regiões
1. Santa Maria (R01 e R02)
2. Uruguaiana (R03)
3. Capão da Canoa (R04 e R05)
4. Taquara (R06)
5. Novo Hamburgo (R07)
6. Canoas (R08)
7. Porto Alegre (R09 e R10)
8. Santo Ângelo (R11)
9. Cruz Alta (R12)
10. Ijuí (R13)
11. Santa Rosa (R14)
12. Palmeira das Missões (R15 e R20)
13. Erechim (R16)
14. Passo Fundo (R17, R18 e R19)
15. Pelotas (R21)
16. Bagé (R22)
17. Caxias do Sul (R23, R24, R25 e R26)
18. Cachoeira do Sul (R27)
19. Santa Cruz do Sul (R28)
20. Lajeado (R29 e R30)

Setores
• Administração pública
• Agropecuária
• Alojamento e alimentação
• Comércio
• Educação
• Indústria da construção
• Indústria de transformação e extrativista
• Saúde
• Serviços
• Serviços de informação e comunicação
• Serviços de utilidade pública
• Transporte